Pular para o conteúdo principal

Allan Ragner,23a, está "desaposentando" do Futebol

Esse 2018 será um dos mais disputados campeonatos de Rondônia. Quem diz isso os especialistas no assunto, eu estou com eles. Aqui também tem uma máxima: "jogador de futebol se aposenta com 21/22 anos" - créditos para o amigo João Dalmo, radialista dos bons e com DRT.

Ora, quem encontro no meio dessa estatística, o jovem e bom de bola Allan Ragner, hoje com 23 anos completos e, que está muito afim de fazer o que mais gosta. Batemos um papo bem legal, e que venha resultado, ou seja, uma equipe para este atleta que vi fazer bons jogos tanto no Sub-20 do Moto, como no time profissional do SC Genus.


Acompanhem

Blog - Allan eu soube que você esse 2018 quer voltar com força total, conta ai um pouco de sua trajetória.
Allan - Começo de 2012, aliás, no Genus onde tudo começou ainda no Sub-20.

Blog - No ano seguinte, portanto, antes dos 20 anos você já fazia parte do time de cima do Genus.
Allan - Sim, meu primeiro ano como profissional no Genus, sob o comando do Profº Neneca. Mesmo sendo relacionado na maioria das vezes, não entrava em campo. Perdemos na semifinal para  Pimenta Bueno. Neste 2013 foi jogar pelo Sub-20 do Moto Club, muito bom time sob o comando do Profº Becão, perdemos a final para o Ji-Paraná FC.

Blog - Se não estou enganado, nesse período você esteve fora do pais.
Allan - Sim, em 2014 através do Fábio Renato ex-CFA (o qual agradeço), foi para o Equador jogar o LDU de Loja, foram somente 3 meses. Não havia condições financeiras para continuar em Loja.


Blog - Então volta para Porto Velho.
Allan - Sim, e para o Genus foi maravilhoso cheguei no meio do campeonato. Fomos para a Série D ganhamos do Rio Branco-AC por 1 a 0.


Blog - Dai de 2015 para cá você deu uma sumida, né
Allan - É verdade fui morar em Recife com familiares - tenho pai e tio como ex-jogadores -, joguei pelo Vera Cruz-PE, o time caiu para a Série A2. Então passei a jogar o Amadorzão de lá, um Sub-21 pelo ADVB, ainda joguei o Barreiros e Decisão todos de PE.

Blog - E 2016/17 o que você fez?
Allan - Ainda fui sondado para fazer parte do projeto do Rondoniense SC com Ariel Mamede e cia, mas não foi à frente (por minha parte) o projeto foi um sucesso, basta dizer que o time foi campeão invicto. Mas agora estou bem motivado, e me coloco à disposição dos times da capital. Ainda tenho muita lenha pra queimar.

Obs: (1) todas as fotos reproduzidas do facebook
(2) Allan cita e agradece a duas pessoas em espcial: Profºs Deutz e José Francisco do Genus.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Atacante Gabriel Henrique está de partida do SC Genus

Virada do ano já começa bem movimentado pelo lado do time Aurigrená da Capital. Primeiro a polêmica das camisas para 2018, com dois escudos: Genus/Avaí, e hoje(2/jan) a desistência do ótimo atacante Gabriel Henrique, 21 anos, que recebeu uma proposta muito boa de Alagoas.
O novo time de Gabriel chama-se Santa Rita, é da cidade de Boca da Mata e fundado em 25/05/1974. O atleta estava com pré-contrato com SC Genus, para o ano de 2018. (Gabriel Henrique está saindo do Genus - foto: Fanpage do Clube)

Guajará fez Gato e Sapato do Urso

Falta de aviso não foi. Deixar tudo para a última hora, deu no que deu. Agora é juntar os cacos e tentar pontuar fora de casa. O jogo em si não foi um espetáculo por parte do Guajará, o time do Tinho Damasceno tem alguns atletas interessantes, que jogam juntos há algum tempo - não falo no Guajará, mas que ele Tinho trouxe sempre em dupla - por exemplo os dois meias Bibio e Tatico, os atacantes Marcos Bahia e Jaiminho, a zaga com Diego Norberto - seguro, pra passar por ele tem que ter moral.
Sabe qual tinha sido a última vitória do Guajará no estadual? Justamente no dia 1º de abril do ano passado, quando venceu ao Galo da BR por 3 a 1 lá no João Saldanha - e não é que seja o dia consagrado à mentira - pois não é que o Glorioso, quase um ano depois faz 3 a 1 no Genus e no velho Aluizão.
Antes dos primeiros 2 minutos de jogo Marcos Bahia recebeu em profundidade de Bibio, passou pelo meio da zaga do Genus derivando para o lado direito, chutou com força rasteiro no canto direito do goleiro G…

Projeto FFER Social em 10 dias trabalhou 20 cidades de Rondônia

Recebo relatório do encarregado do Projeto FFER Social Luciano Almeida, e repasso aos leitores/ouvintes. Do dia 05 ao dia 15 de maio, nada menos do que 20 cidades receberam: Luciano Almeida e o observador técnico do CR Flamengo, a fim de selecionar garotos nascidos em 2000 a 2008 para testes finais no famoso clube rubro-negro.
Total de atletas observados: em torno de 1200
Total de cidades: 20 - Ariquemes, Jaru, Tarilândia, Ji-Paraná, Cacoal, Vilhena, Alta Floresta do Oeste, São Francisco do Guaporé, Seringueiras, Alto Alegre do Parecis, Costa Marques, Espigão do Oeste, Ministro Andreazza, Rio Crespo, Montenegro, Itapuã do Oeste, Porto Velho, Distrito de Jacy-Paraná e as cidades de Rondolândia(MT) e Humaitá(AM).
Atletas selecionados para ir até o Mengão, foram 18. (Clique na imagem para ampliar)