Pular para o conteúdo principal

Genus x Guajará: na peinha do BID-CBF

Imagine a cabeça dos dois Professores - Mirandinha (Genus) e Tinho Damasceno (Guajará) - um tem somente a continha do chá para mandar a campo, vai ter que utilizar vários garotos da base: esse é o Genus. Para o torcedor ter ideia, dos 8 atletas enviados pelo Avaí, somente dois foram liberados via BID-CBF.
(Mirandinha promete roupagem nova no Aurigrená - Foto: Fanpage do clube)

Já o Tinho Damasceno, esse não tem ninguém liberado pelo famoso BID. Mesmo assim fora comunicado por ordem superior para vir jogar. Feito a relação de 16 atletas, no momento da saída do time de Guajará eis que faltava um nome, justamente o carrasco do Genus em 2016: Tanaka, quem lembra do rápido e arisco atacante, fez dois gols contra o Genus.
(Guajará trouxe somente 15 atletas - foto: Renato Paglioto)

O Blog conversou com as duas partes envolvidas, no caso Tanaka/Tinho: 

Blog: Tanaka eu soube agora a pouco que você não está relacionado para vir jogar contra o Genus?
- É verdade Luís, fui questionar alguma coisa com o técnico e ele me cortou da relação.

Blog: mas que coisa tão séria pra chegar a esse ponto. Diz ai o que houve?
- Luís a bateria do meu celular está acabando, desejo sorte a todos os companheiros contra o Genus, e na terça-feira a gente senta com a diretoria pra eu definir meu rumo..., 

Nessas alturas o visor do celular apagou, e a conversa parou.

Fiz o que deve ser o certo no bom Jornalismo, ouvir a outra parte. Pelo velho zap zap deixei mensagem ao treinador Tinho Damasceno que, ao desembarcar em PVH procurou logo saber quem estava passando mensagem pra ele no telefone de final 8914 (pensa que vou entregar o ouro, é?).

Blog: Profº sou eu..., Luís Carlos Pereira, queria saber do Sr. o que houve entre você e o atleta Tanaka que fora cortado da relação de 16 atletas, e o Sr. preferiu vir com somente 15 para jogar contra o Genus? Após uma pausa, saber quem era Luís. Enfim, essas coisitas todas, ele respondeu:

- Olá Luís, desculpe vou salvar seu número aqui no meu celular, e te digo em toda equipe de futebol, empresa etc.., tem que haver uma hierarquia, houve um desentendimento com o Tanaka mas com outros membros da diretoria, é um menino novo, bom de bola e cabeça excelente.

- continuando..., na volta do time ao município na terça, vamos nos reunir e com certeza haverá uma retratação por parte dele e, consequentemente sua reintegração ao Glorioso.

Deixei o Profº ir dormir. Ele não entendeu como chegou tão rápido esse fato ao conhecimento do Cancão das Ipueiras.

Voltando ao jogo de logo mais às 20h. Local será o Aluizão, válido pela 1ª rodada do estadual de 2018; ingressos antecipados $ 10 e no local a $ 20. Arbitragem: Caio Nunes Cazuza, Márcia Bezerra Caetano, Edvan Ferreira Alves e o quarto árbitro Thiago do Carmo Brasil.

A equipe Titulares do Esporte da Web Rádio Capital FM PVH, entra em campo às 19h45 completinha: Bosco, Sandeimar, Rosi, Bicho e Luís Carlos Pereira, e você torcedor(a) pode ouvir o jogo pelo celular no FM 90.0 além de várias outras plataformas desde o RádiosNet até o próprio App da rádio.

(Erick e Caio Leite, a vez da meninada - Foto: Fanpage do clube)

(Deivid/Avaí, esse sabe o caminho das redes - Foto: Fanpage do Clube)


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Atacante Gabriel Henrique está de partida do SC Genus

Virada do ano já começa bem movimentado pelo lado do time Aurigrená da Capital. Primeiro a polêmica das camisas para 2018, com dois escudos: Genus/Avaí, e hoje(2/jan) a desistência do ótimo atacante Gabriel Henrique, 21 anos, que recebeu uma proposta muito boa de Alagoas.
O novo time de Gabriel chama-se Santa Rita, é da cidade de Boca da Mata e fundado em 25/05/1974. O atleta estava com pré-contrato com SC Genus, para o ano de 2018. (Gabriel Henrique está saindo do Genus - foto: Fanpage do Clube)

Tanaka faz acordo amigável e dá adeus ao Periquito

Foram somente três minutos vestindo a camisa oficial do RSC. Falo de Alessandro Tanaka, camisa 16 que entrou ao final do jogo entre RSC 0 x 0 Cuiabá pela Copa Verde, no último domingo. O ambiente no ninho do periquito já não estava legal para o atleta estrela de Guajará-mirim, ontem, segunda-feira entornou de vez.
E, agora à tarde o rápido atacante Tanaka, entrou em acordo com a diretoria do clube, e deu adeus ao RSC. Agora vem a surpresa maior. Sabe para onde voa o Tanaka, ou melhor, sai do ninho do periquito e vai para o Acre, isso mesmo o novo clube será no estado do Acre. E quem pensava no Tanaka no Galo da BR, tire o cavalo da chuva.
O blog chegou a conversar com Eder Marques, um dos diretores do Jipa, e ele assim se expressou: "Luis, na verdade era intenção da gente trazer o Tanaka para cá, como foi um acordo amigável e ele resolveu ir para o Acre, que seja feliz não vamos entrar em leilão". (Tanaka deixou o RSC nesta terça(7), vai para o Acre)

Os 22 melhores no 1º turno do rondoniense-17

Na opinião do blogueiro uma seleção de verdade tem que aparecer pelo menos dois em cada posição. Foi o que fiz, ao final faço uma menção a cinco atletas que vi nestas sete rodadas. Lembrando, vi todos os atletas por mim escolhidos.
Vamos aos 22
Goleiros: Dida(Real) e Rocha(Barça) Laterais: Hércules(RSC) e Charles(Genus)/ Marquinhos Carioca(RSC) e Thiago(VEC) Zagueiros: Alan(Real) e Douglas(Barça)/ Hurtado(Genus) e Quintino(RSC) Volantes: Cabelo(RSC) e Paulão(RSC)/ Michel Douglas(Real) e Leandro(Genus) Meias: Pither(RSC) e Rob(Ariquemes)/ Luciano Mourão(Genus) e Bida(Real) Atacantes: Careca(RSC) e Marco Aurélio(Real)/ Alesson(RSC) e Robinho(VEC)
Esses seriam os 22 e teriam o comando dos dois melhores treinadores dessa primeira fase: Tiago Batizoco e Elias Santana. Ah, e o Simônio Veiga foi campeão! Sim, mas pegou o time do Real em três jogos - os dois escolhidos por mim, jogaram os sete.
Não poderia deixar de citar os atletas abaixo, que poderiam muito bem estar entre os 22.
Caio Borges (goleiro…